25.5 C
Brasília
segunda-feira, junho 24, 2024

ANUNCIE

A identidade carioca

Ray Cunha

O Tesouro dos Jesuítas do Morro do Castelo existe? Ou se trata apenas da maior lenda urbana do Rio de Janeiro? O jornalista Reinaldo Loyola de Carmela, da revista A Carioca, descobre, na Biblioteca Nacional, um documento mencionando a maior lenda urbana do Rio de Janeiro, o Tesouro do Morro do Castelo, e parte para uma investigação para elucidar o mistério: o tesouro existe ou não? Se existe, onde está? A jornada revela muito mais: como nasceu a identidade carioca e o Brasil. Saiba onde se encontra o maior tesouro da Cidade Maravilhosa neste thriller de tirar o fôlego – sinopse de A IDENTIDADE CARIOCA (Amazon, 233 páginas), deste escriba.

O livro foi inscrito e publicado na Amazon, dia 1º de maio, no Prêmio Kindle de Literatura, em sua nona edição. O prêmio, anual, é promovido pela Amazon e Editora Record.

Em março deste ano, quando estive no Rio de Janeiro para lançar o romance JAMBU, fiz uma revisão das locações que utilizei na trama de A IDENTIDADE CARIOCA, as quais têm tudo a ver com a história da cidade e com a alma carioca, abarcando desde a descoberta da Baía de Guanabara pelos portugueses, em 1502, até os dias de hoje, com um Rio entregue ao crime organizado. Aliás, organizadíssimo.

Mas a Cidade Maravilhosa está presente também, especialmente com uma Copacabana sempre feérica, bem como artistas que ajudaram a construir a identidade carioca.

Em segundo plano à trama fictícia do romance faço uma revisão da História do Brasil, reconhecendo o legado com o qual os lusitanos nos presentearam, forjando o Coração do Mundo, Pátria do Evangelho. Conforme digo em JAMBU, caso exploda a terceira guerra mundial, a própria Terra se revoltará e a guerra, já devastadora, seria seguida por cataclismos fatais, que, associados à irradiação nuclear, tornariam inabitável o Hemisfério Norte, gerando êxodo em massa para a América do Sul, Austrália e sul da África.

O Brasil seria dividido em quatro nações distintas, e somente uma quarta parte do território permaneceria com os brasileiros: a Região Sudeste, o estado de Goiás e o Distrito Federal. Os europeus ocupariam a Região Sul, o Uruguai, a Argentina e o Chile; os asiáticos, principalmente chineses, japoneses e coreanos, ocupariam Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraguai, Bolívia e Peru; o Nordeste seria ocupado pelos russos e povos eslavos; e os norte-americanos, canadenses e mexicanos ocupariam Venezuela, Colômbia e Amazônia brasileira.

Ao pesquisar e ler amplamente sobre o Rio de Janeiro percebi, claramente, que foi lá que o Brasil começou, e que historiadores preconceituosos, positivistas ou marxistas criaram muitos mitos na História do Brasil. Um deles é o de que os portugueses só queriam saquear o país. Isso não é verdade. Além de garantirem a extensão territorial brasileira e a língua portuguesa em todo o território nacional, Dom João VI modernizou o país e o transformou em um império.

Depois, os portugueses não tinham o preconceito étnico dos demais europeus. Assim, o Brasil é um cadinho étnico, gerando o povo brasileiro, mestiço de índio, europeu e africano, o que nos dá a vantagem de abrigarmos todas as religiões do mundo. Vantagem? Sim, vantagem! O que somos, senão espírito? E para onde vamos, senão para o plano astral?

Na prática, atualmente, só precisamos acabar, o mais rapidamente possível, com o assassinato de presos políticos e com a censura, e criar uma instituição que defenda, realmente, a lei, ou seja, a Constituição.

Você pode adquirir A IDENTIDADE CARIOCA em ebookbrochura ou capa dura. Descubra onde está o Tesouro dos Jesuítas do Morro do Castelo!

RAY CUNHA nasceu na Amazônia Atlântica, no estado do Amapá, em Macapá, cidade situada na esquina do maior rio do mundo, o Amazonas, com a Linha Imaginária do Equador. É jornalista e terapeuta em Medicina Tradicional Chinesa, além de escritor, autor dos romances: A CASA AMARELA, FOGO NO CORAÇÃO, JAMBU, O CLUBE DOS ONIPOTENTES, HIENA e A CONFRARIA CABANAGEM; dos livros de contos TRÓPICO e AMAZÔNIA; e da coletânea de poemas DE TÃO AZUL SANGRA

relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Fique conectado

667FãsCurtir
756SeguidoresSeguir
338SeguidoresSeguir
- Publicidade -spot_img

Últimos artigos