23.1 C
Brasília
quarta-feira, maio 29, 2024

ANUNCIE

Um dia de cada vez

Ray Cunha

Há um monte de livros intitulados “Um dia de cada vez”. Nas reuniões terapêuticas de viciados essa frase é muito lembrada. Alcoólatras, usuários de drogas em geral costumam repeti-la, como mantra, para lembrá-los de que a luta contra o algoz do vício é deflagrada todos os dias.

A deusa da literatura brasileira, Clarice Lispector, a usou para “não perder as boas surpresas da vida”. Provavelmente ela quis dizer que os dias que virão, por mais rotineiros que se prenunciem, poderão ser surpreendentes, quem sabe, ensolarados como manhã de primavera. A vida é um mistério; um caminho, às vezes bifurcados por carmas. Mas em todo caminho há sempre luz.

Eu utilizo bastante a frase “Um dia de cada vez” enquanto terapeuta em Medicina Tradicional Chinesa. Não propriamente a frase, mas seu significado. A grande maioria das minhas pacientes sofre de ansiedade e então eu procuro conduzi-las ao “agora”. A vida só acontece agora. A eternidade é agora. Não podemos viver amanhã, nem ontem, mas somente hoje. Então vivamos completamente, mesmo com câncer!

Viver, hoje, é preciso; viver, amanhã, não é preciso. Só hoje podemos curtir o sol, a brisa, o canto dos pássaros, o riso das crianças. Só hoje podemos conversar com Deus! Amanhã, não! Porque amanhã não existe. A intensidade da vida só acontece hoje. A intensidade é como o primeiro beijo, como a música de Mozart, como montar na luz. E isso tudo acontece dentro da gente.

Agora, acaba de ser publicado mais um livro Um dia de cada vez, mas desta vez se trata de um Guia de suporte emocional da mulher com câncer (Editora Aja, Santa Catarina, 203 páginas), escrito por dez psicólogas oncológicas de todo o Brasil e dez pacientes oncológicas, organizado por Tatiane Lima.

O livro “oferece uma luz de esperança em meio ao turbilhão emocional que acompanha o diagnóstico de câncer”. Nele, as psicólogas oncológicas esmiúçam as complexidades emocionais que acompanham o tratamento do câncer, levando luz às pacientes, que também compartilham as suas jornadas pessoais de luta e superação. Trata-se de um livro que promete transformar vidas, “um guia não apenas para mulheres com câncer, mas também para os seus familiares e profissionais da saúde”.

“Em um instante, a vida muda drasticamente, o medo da morte e do sofrimento se tornam iminentes! É o que acontece quando somos confrontadas com o diagnóstico de câncer. Somos inundadas por um turbilhão de emoções e incertezas sobre um futuro que se revela totalmente diferente do que planejamos. No entanto, mesmo nos momentos mais sombrios, há luz e apoio para nos guiar.

“Em Um Dia de Cada Vez – Guia do suporte emocional da mulher com câncer, além de histórias inspiradoras de pacientes oncológicas que enfrentaram essa batalha com coragem e resiliência, você encontra direcionamento de psicólogas especialistas em oncologia, com técnicas validadas e orientações para o cuidado emocional.

“Desde o impacto inicial do diagnóstico até os desafios diários do tratamento, este livro oferece conselhos práticos e reflexões profundas sobre como encontrar esperança e apoio durante a jornada oncológica. Seja qual for a fase em que você se encontra, este livro é um lembrete gentil de que não estamos sozinhas.

“Esta é uma jornada de um dia de cada vez, cheia de amor, compaixão e uma mensagem de esperança para todas as mulheres que enfrentam o câncer” – diz a apresentação do livro.

As autoras: Agnes Sewo, Ana Tancredi, Claudia Pinho, Daniele Sousa, Gláucia Flores, Josiane Cunha, Maria Teresa de Bortoli, Paula Barros, Raphaella Pires e Thayane Baroni; e as pacientes: Dalva Lima, Damaris Franco, Enezia Schettini, Fátima Laplaca, Larissa Feitoza, Nayane Quaresma, Nayara Fagundes, Rita Tapié, Suélen Rocha e Thainara Proença.

relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Fique conectado

667FãsCurtir
756SeguidoresSeguir
338SeguidoresSeguir
- Publicidade -spot_img

Últimos artigos