24.5 C
Brasília
quarta-feira, dezembro 6, 2023

ANUNCIE

Zema retorna da Ásia com R$ 1 bilhão em investimentos e dois mil empregos

Após 15 dias em missão oficial na China e no Japão, o governador de Minas, Romeu Zema, retorna ao Brasil trazendo na bagagem mais de duas mil vagas de emprego e R$ 1 bilhão em investimentos. Foram seis novos compromissos firmados durante as reuniões na Ásia, de seis empresas diferentes.

Algumas já atuam em Minas e outras estarão no estado pela primeira vez, como será o caso da Saic Motors, uma das maiores montadoras de veículos da China, que escolheu Minas para instalar sua primeira fábrica na América Latina.

“Não existe fórmula mágica para resolver a questão fiscal de Minas. A única saída sustentável a longo prazo para qualquer estado é ter uma economia dinâmica, com atuação de empresas de diversos setores para estar em constante desenvolvimento, com geração de emprego e renda. E isso exige muito esforço e trabalho contínuos. É isso que estamos fazendo, trabalhando dia a dia para atrair empresas que estão desenvolvendo o que há de melhor no mundo, como uma montadora de caminhões elétricos e uma fábrica de telas touch screen que irão se instalar no estado”, afirma Romeu Zema.

Expectativas

O governador destacou ainda a abordagem de várias empresas que marcaram reuniões ao saber que ele estava em missão oficial na Ásia.

Foram realizados 11 encontros de prospecção de investimentos que podem ser anunciados futuramente, à medida que as negociações avancem.

“O trabalho que fizemos foi trazer credibilidade para nosso estado. Antes, Minas estava em uma situação tão crítica que não despertava nenhum interesse. Hoje, são as empresas que nos procuram, porque nossa gestão séria e austera retomou a credibilidade do estado. Resultados são percebidos no dia a dia. Já temos quase 800 mil empregos gerados em menos de cinco anos. Vamos chegar a um milhão até 2026”, finaliza. 

Aporte

Um dos últimos compromissos durante a missão na Ásia foi a visita à sede da multinacional fabricante de componentes eletrônicos Tamura Corporation, na cidade de Sakado, próxima a Tóquio, no Japão.

Junto com o governador de Minas, a empresa anunciou o investimento em uma nova fábrica em Minas, com geração de 400 empregos. Além da Tamura, várias outras empresas confirmaram investimentos em Minas Gerais.

Na China, a mineira Celer Bioteeler Biotecnologia e a empresa chinesa Guangzhou Wondfo Biotech anunciaram uma fábrica de testes para diagnósticos em Montes Claros, no Norte do estado, com investimento de R$ 17 milhões e cerca de cem empregos.

A montadora de veículos pesados XCMG anunciou também a expansão de sua fábrica em Minas, com investimento de R$ 270 milhões e geração de mais 150 empregos, o que contribuiu para que a fábrica de motores Saic também anunciasse uma unidade no estado.

Mais anúncios  

Ainda em terras chinesas, a mineira Gaustec e PST Holding e a chinesa Jingjin Equipment anunciaram investimento de R$ 510 milhões em projeto de descomissionamento de rejeitos de barragem, com expectativa de gerar 600 empregos.

No ramo da inovação, a alemã Faytech confirmou ao lado do governador de Minas, Romeu Zema, o investimento de R$ 25 milhões e a geração de cem empregos em uma fábrica de telas touch screen para atender todo o mercado nacional.

Além dos anúncios de investimentos, a comitiva liderada por Romeu Zema se encontrou com executivos da Ganfeng para apresentar as oportunidades do mercado de lítio; da Panasonic, que está investindo R$ 300 milhões na expansão da fábrica de eletrodomésticos da linha branca em Extrema; e da Toshiba, que junto com a CBMM está liderando projeto de fabricação de baterias ultramodernas para veículos elétricos combinando lítio com nióbio em Araxá.

Mercado

Para o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, a missão na Ásia demonstrou que Minas Gerais está no caminho certo na busca por investimentos que agreguem valor à economia mineira e gerem mais empregos para a população. 

“Estamos reconquistando a confiança do mercado externo e dos grandes investidores. As empresas estão vendo o trabalho sério e firme que estamos desempenhando desde 2019. Vejam o caso da XCMG, que vai expandir a unidade de veículos pesados em Pouso Alegre e foi determinante para a atração da fábrica de motores da Saic. Os alemães da Faytech também confirmaram o interesse em vir para Minas Gerais. Ou seja, as oportunidades que nosso estado oferece já estão sendo conhecidas pelo mercado e cada vez mais as empresas querem investir em Minas. Todos os mineiros ganham com isso”, disse.

O CEO da Invest Minas, João Paulo Braga, também destaca as oportunidades que vêm surgindo para parcerias de empresas mineiras com marcas globais.

“Dois investimentos importantes anunciados durante a missão envolveram parcerias de marcas internacionais com empresas nascidas dentro do nosso estado. Isso prova que temos capacidade de entrar em vários mercados e internacionalizar nossa atuação. O que precisamos, como governo, é auxiliar empreendedores a buscar oportunidades, que estão aí. Temos conseguido isso e ainda podemos ter mais parcerias”, diz.  

Investimentos atraídos

Parcerias

relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Fique conectado

667FãsCurtir
756SeguidoresSeguir
338SeguidoresSeguir
- Publicidade -spot_img

Últimos artigos