16.5 C
Brasília
terça-feira, maio 28, 2024

ANUNCIE

Vallisney de Oliveira mantém hackers na cadeia

O juiz Vallisney de Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília-DF, manteve presos os quatro suspeitos de invadir os celulares do ministro da Justiça, Sérgio Moro, do procurador Deltan Dallagnol, e de outras autoridades. Durante a audiência de custódia, ocorrida nesta terça-feira (30), dos suspeitos Gustavo Henrique Elias Santos e Suelen Priscila de Oliveira, o juiz determinou que Suelen deixe a Penitenciária Feminina e seja encaminhada à sede da Polícia Federal no aeroporto de Brasília.

Danilo Cristiano Marques e Walter Delgatti Neto também foram ouvidos. As audiências de custódia são feitas com o intuito de verificar se os presos estão em condições adequadas e se seus direitos têm sido respeitados, tanto nos estabelecimentos prisionais, como em seus deslocamentos.

Segundo o advogado de defesa de Gustavo e Suelen, Ariosvaldo Moreira, a expectativa é de que ambos sejam libertados até quinta-feira (1º), uma vez que Walter Delgatti Neto confessou ser o responsável pelo acesso aos celulares das autoridades. O mesmo deverá ocorrer com Danilo Cristiano Marques, que também alega não ter participação na invasão dos celulares.

(ABr/EBC)

relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Fique conectado

667FãsCurtir
756SeguidoresSeguir
338SeguidoresSeguir
- Publicidade -spot_img

Últimos artigos