24.5 C
Brasília
domingo, maio 26, 2024

ANUNCIE

Ives Gandra Filho recebe Título de Cidadão Honorário de Brasília

O jurista, professor e ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Ives Gandra da Silva Martins Filho foi agraciado, na sexta-feira (10), pela Câmara Legislativa de Brasília-DF com o título de Cidadão Honorário de Brasília. A homenagem foi realizada em sessão solene de iniciativa da deputada Paula Belmonte (Cidadania), que se disse honrada em entregar seu primeiro título de cidadão honorário a um “defensor da dignidade humana”.

A cerimônia contou com a participação do empresário e presidente do Partido Social Democrático do DF (PSD-DF), Paulo Octávio, que falou da importância da atuação de Gandra Filho na formulação de soluções que trazem segurança jurídica às questões trabalhistas no Brasil. “É uma honra para todos nós prestar essa homenagem”, afirmou o empresário.

A ministra do TST Maria Cristina Irigoyen Peduzz destacou a versatilidade intelectual do agraciado, que tem uma produção que já conta mais de quinze obras jurídicas e literárias. “Uma honraria merecida, porque destaca um homem versado nas leis, na filosofia, na história, na literatura e, sobretudo, um homem de fé”, afirmou a ministra.

O desembargador eleitoral do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) Renato leal foi outro que elogiou o que chamou de “personalidade multifacetada”, referindo-se à produção intelectual do homenageado. “O ministro Ives tem dedicado os últimos 40 anos de sua vida à nossa capital, tanto em sua vida profissional quanto em sua trajetória acadêmica”, arrematou Leal.

O jornalista Alexandre Garcia declarou o desejo de que Gandra se tornasse ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) dadas as suas credenciais. “É uma pena para todos nós ele não ter ido ao Supremo, seria uma garantia de respeito à lei maior, a constituição”, afirmou. A estudante Gloria Domingues Gaban, de apenas 12 anos, rasgou elogios ao homenageado, que classificou como “uma pessoa gentil, de coração bom e doce”.

Gandra Filho fez questão de agradecer a todos os colegas presentes, em especial à deputada Belmonte, pela iniciativa da homenagem. Ele fez uma breve retrospectiva de sua carreira e falou dos desafios da Justiça do Trabalho em promover o equilíbrio justo entre os frutos da produção do capital e do trabalho junto com o bem-estar social daqueles quem empregam sua força laborativa. “Se nós soubermos compor bem o conflito social, nós vamos conseguir trazer paz à sociedade”, declarou.

Carreira

Natural de São Paulo, Ives Gandra Filho foi presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST) entre os anos de 2016 e 2018 e possui uma notável carreira jurídica e acadêmica. Tem bacharelado em direito pela Universidade de São Paulo (1981), mestrado em direito pela Universidade de Brasília (1991) e doutorado em direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2014).

Além disso, recebeu o título de doutor honoris causa em Filosofia da Academia Brasileira de Filosofia em 2017. Desde 14 de outubro de 1999, atua como ministro do TST, desempenhando papéis importantes no Órgão Especial, na Seção Especializada em Dissídios Coletivos, na presidência da 4ª Turma e na liderança da Comissão de Jurisprudência e Precedentes Normativos.

Dentro do Tribunal, ocupou diversos cargos, incluindo a Presidência (2016-2018) e a Vice-Presidência da Corte (2014-2016), corregedor-geral da Justiça do Trabalho (2013-2014), Presidência das 7ª (2007-2013) e 5ª Turmas (2018), e liderança da Comissão de Jurisprudência e Precedentes Normativos do TST (2010-2013), onde também foi membro (2008-2009). Além disso, atuou como Conselheiro do CNJ (2009-2011) e subprocurador-geral do Trabalho (1988-1999), sendo aprovado em primeiro lugar no concurso público para ingresso no Ministério Público do Trabalho.

Desempenhou ainda funções como assessor especial da Casa Civil da Presidência da República (1997-1999) e assessor do ministro Coqueijo Costa no TST (1983-1988). Suas contribuições acadêmicas incluem o ensino de Direito do Trabalho e Processo do Trabalho no curso de graduação da UnB e de Direito Comparado do Trabalho no curso de pós-graduação do CEUB. Além disso, teve experiência advocatícia em causas cíveis e trabalhistas.

A sessão solene teve transmissão pelo canal do Youtube da CLDF.

Foto: Renan Lisboa/ Agência CLDF

relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Fique conectado

667FãsCurtir
756SeguidoresSeguir
338SeguidoresSeguir
- Publicidade -spot_img

Últimos artigos